Piracicaba / SP - quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Curiosidades - Pesquisa em estudos - células tronco. Teste genético na alopecia androgenética.

As células-tronco têm a capacidade de se transformar em qualquer tipo de tecido , se encontram no sangue, na medula óssea e outros tecidos mas em quantidade pequena  como no cordão umbelical e placenta.

Também as células-tronco são encontradas em embriões nas fases iniciais da devisão celular e essas células tronco tem a capacidade de desenvolver todos os tecidos

Na pele as células tronco mudam ao passar do tempo, durante o envelhecimento natural. Na teoria, a células-tronco podem regenerar uma pele envelhecida, melhorar a elasticidade e dar um aspecto jovial, mas a preocupação é se essas células se multiplicarem descontroladamente e assim originar possíveis tumores.

No Brasil há a lei de biossegurança e esse assunto é diário nos meios cientificos, pois há especialistas que são a favor e outros contra a aprovação da medida médica.

No Brasil e em mais 63 paises são contra a clonagem reprodutiva mas apoiam as pesquisas com células-tronco embrionárias para fins terapêuticos para curar doenças e regenerar órgãos e esperam que essa terapeutica será  a medicina do futuro.

 

Fonte

Revista InCutis - número 4 - maio de 2010.

 

Na Alopecia androgenética ( calvície feminina e masculina) , o Teste Genético Hair DX avalia a possibilidade de desenvolver a calvicie , como exemplo em homens e mulheres jovens que possuem um histórico familiar de calvície, se o teste for negativo, 90% de chance de não ser calvo, também no caso de mulheres com queda de cabelo recorrente e em homens com uso de finasteride, com o teste pode ser suspendido o medicamento.

 

Fonte

www.dermagenoma.com.br